Notícias

Atenção com a pele no frio deve ser redobrada devido a infecções

Por Jacqueline Moura/Itatiaia, 12/05/2020 às 16:56
atualizado em: 12/05/2020 às 17:05

Texto:

Foto: Pixabay/ banco de imagens
Pixabay/ banco de imagens

Nesta época do ano, quando a temperatura e a umidade relativa do ar tendem a ficar mais baixas, os hidratantes labiais e corporais são itens obrigatórios. Isso porque o baixo índice de umidade pode levar ao ressecamento da pele, situação que aumenta a coceira, levando à formação de manchas e até quadros mais graves. Nestes períodos, a atenção com a pele e com os lábios deve ser redobrada já que a pele ressecada está mais propensa a infecções cutâneas devido à contaminação pelas unhas, o que pode deixar o quadro ainda mais grave. 

De acordo com o médico dermatologista Fábio Gontijo, as lesões são mais frequentes em pessoas com a idade mais avançada. “Essas lesões são mais frequentes em idosos, pois eles têm maior predisposição a ter pele ressecada, devido ao afinamento e à perda natural da função de barreira da pele”, alerta o especialista.

As áreas mais expostas costumam ser as mais afetadas. Por isso, é preciso redobrar os cuidados com o pescoço, o rosto, o colo, os braços, os lábios, as mãos e os pés.  O dermatologista Fábio Gontijo dá algumas dicas para evitar o ressecamento e as lesões na pele e nos lábios: 

- Utilizar cremes corporais com alto potencial de hidratação, à base de ureia e óleos vegetais, por exemplo;

- Não tomar banho com água muito quente (de preferência água morna), para evitar a piora do quadro;

- Para evitar lábios ressecados, capriche nos hidratantes labiais e evite ficar passando a língua nos lábios;

- Permanecer no máximo 5 minutos no banho;

- Procurar um dermatologista em caso de coceira intensa ou presença de lesões na pele.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    "A família me procurou no início do mês, estava preocupada por ele estar sem advogado", explicou o advogado #itatiaia

    Acessar Link