Notícias

Reabertura do comércio preocupa sindicato dos servidores da saúde de Belo Horizonte

Por Redação, 23/05/2020 às 19:10
atualizado em: 23/05/2020 às 20:03

Texto:

Foto: Marcelo Casal/Agência Brasil
Marcelo Casal/Agência Brasil

A reabertura gradual do comércio de Belo Horizonte, que será implementada a partir da próxima segunda-feira (25), preocupa o médico e diretor do Sindicato dos Servidores de Belo Horizonte (Sindbel), Bruno Pedralva. De acordo com ele, a capital mineira possui bons números, quando comparada a outras capitais como São Paulo e Rio de Janeiro, devido ao isolamento social. 

"Estamos apreensivos com essas medidas de reabertura na cidade porque existe, naturalmente, tendência, de maior circulação do vírus. Vai expor mais os trabalhadores da saúde. Temos como dificuldade a angústia permanente. Acordar, levantar, trabalhar. Não ter certeza que a gente não vai ter contato com o vírus, que não vamos nos infectar e trazer para nossos familiares", alega. 

De acordo com Pedralva, 1.780 trabalhadores do Sistema Únicos de Saúde (SUS) de Belo Horizonte, em algum momento, foram afastados das atividades por apresentar quadro clínico de síndrome gripal e suspeita de covid-19; 81 tiveram o vírus confirmado, sendo 12 trabalhadores da prefeitura (cinco de centros de saúde, três de Unidades de Pronto Atendimento, UPAs, e quatro de hospitais).

"Esperamos que a situação seja acompanhada com todo rigor científico, garantindo segurança aos trabalhadores. Caso a gente tenha um aumento do adoecimento da população em geral e dos trabalhadores da saúde, que possamos, novamente, endurecer as medidas de restrição. Infelizmente, apesar de todas as dificuldades, o isolamento social é a melhor forma de proteger a população e os lutadores dessa batalha que são os servidores do SUS", diz.

Assim como a capital, Minas Gerais também possui números considerados baixos. No Brasil, 137 enfermeiros perderam a vida por causa do coronavírus, apenas dois em no estado mineiro.

Escreva seu comentário

Preencha seus dados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Grupo encontra dificuldade em conseguir conversar com a prefeitura, para criar protocolos e obter uma data de volta às aulas. #Itatiaia

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Os suspeitos já têm passagem por uso de drogas, tráfico, lesão corporal e ameaça. #Itatiaia

    Acessar Link